Logo Instituto Lado a Lado

Campanhas criadas pelo Instituto Lado a Lado pela Vida:

Logo Ser Homem
Logo Novembro Azul CAMPANHA DO INSTITUTO
LADO A LADO PELA VIDA

Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
imprensa contato

Dicionário do Coração

Dicionário de palavras mais usadas

Dicionário de palavras mais usadas

A

Aneurisma: Dilatação anormal de um vaso sanguíneo em consequência da fragilidade de sua parede, que perdeu a elasticidade.

Angina de peito: Dor no peito devida ao baixo abastecimento de oxigênio ao músculo cardíaco. Geralmente, ocorre por obstrução ou espasmos dos vasos sanguíneos do coração.

Angioplastia: Semelhante ao procedimento de cateterismo, este exame identifica os pontos obstruídos (entupidos) nas artérias coronárias (vasos responsáveis pela chegada de oxigênio e outros nutrientes ao músculo cardíaco – miocárdio). Durante o procedimento, ainda é possível implantar um stent (pequeno dispositivo que parece uma mola) para manter as artérias abertas, desobstruídas e evitar um novo acúmulo de gordura.

Anticoagulantes: São os fármacos usados para prevenir a formação de trombos sanguíneos.

Aorta: É o nome da maior e mais importante artéria do sistema circulatório. Dela se derivam todas as outras artérias do organismo. Ela leva sangue oxigenado para todas as partes do corpo.

Artéria: Vaso ou conduto que leva o sangue do coração até os órgãos do corpo. Cumpre a tarefa inversa das veias, as quais deslocam o sangue dos capilares sanguíneos para o coração.

Arteriosclerose: Processo degenerativo normal que acompanha o envelhecimento. Deste processo de envelhecimento resulta um endurecimento e espessamento progressivo da parede das artérias, com diminuição da elasticidade arterial.

Aterosclerose: Acúmulo de material gorduroso nas paredes das artérias. Esse material engrossa, endurece (forma depósitos de cálcio) e pode bloquear as artérias.

B

Betabloqueadores: medicamentos usados para reduzir os batimentos cardíacos e a contração dos ventrículos. Também são usados como anti-hipertensivos.

Beta-glucana: é uma espécie de fibra solúvel que pode auxiliar na redução da absorção de colesterol no intestino.

Bradicardia: significa que o ritmo cardíaco é lento ou irregular. Geralmente menos de 60 batidas por minuto.

C

Cateterismo: Exame que pode ser feito por um vaso sanguíneo periférico do braço, do pescoço ou pela artéria femoral (coxa) sobe um cateter até o coração. É injetado contraste com iodo que vai descrever as coronárias por dentro e detectar qualquer anormalidade no percurso do sangue com uso de raios-X. O processo dura em torno de 1 hora.

Cintilografia do miocárdio: Neste exame o paciente recebe material radioativo em repouso e durante esforço físico (esteira, bicicleta ou medicações), chegando ao coração através das coronárias. O material radioativo “pinta” as áreas com fluxo normal de sangue e deixa “em branco” qualquer área onde o fluxo seja insuficiente.

D

Derrame: Uma hemorragia interna que ocorre devido ao entupimento ou rompimento dos vasos sanguíneos do sistema nervoso central.

Doença coronariana: Estreitamento dos vasos que suprem o coração em decorrência do espessamento da camada interna da artéria devido ao acúmulo de placas.

E

Ecocardiograma: Fornece dados sobre o funcionamento do coração, tamanho, forma e movimentos do músculo cardíaco e das válvulas.

Ecocardiograma sob estresse farmacológico ou sob estresse físico: É uma ultrassonografia do coração de comparação entre o estado de repouso e o de estresse cardíaco. Realiza-se com a aplicação de medicamentos ou de esforço físico. Indicado para diagnóstico da doença arterial coronariana.

Ecocardiograma transesofágico: Ultrassonografia do coração realizada por meio de uma sonda inserida no esôfago. Detalha a anatomia e a função das válvulas e próteses cardíacas. Este procedimento também é usado para ver os átrios (uma parte do coração) em busca de coágulos de sangue.

Ecocardiograma transtorácico (adulto e infantil): O ultrassom analisa as dimensões das estruturas do coração e o funcionamento do músculo cardíaco e das válvulas. Também é possível medir a velocidade e movimentação do sangue.

Eletrocardiograma: Eletrodos são colados na pele para verificar os impulsos elétricos do coração, mostrando o ritmo cardíaco. Também divulga dados sobre o tamanho dos átrios e ventrículos e a situação das artérias coronárias.

Estudo eletrofisiológico: Similar ao cateterismo, com cateteres diferentes e geralmente sem uso de contraste. Localiza focos de arritmia. O procedimento dura em torno de 2 a 3 horas. Geralmente sedação leve ou anestesia local são suficientes.

Exame de sangue: Identifica os níveis de colesterol total, LDL, HDL, glicemia, triglicérides, proteína C-reativa. De acordo com os resultados, é possível saber os riscos que o paciente corre de sofrer qualquer doença cardíaca.

F

Fadiga: Sensação de desgaste, cansaço ou falta de energia.

G

Glicose: Açúcar simples utilizado como principal fonte de energia para o organismo.

H

HDL: Significa proteínas de alta densidade, também conhecido como o “bom colesterol”. É capaz de absorver os cristais de colesterol que são depositados nas artérias, transportando-o de volta ao fígado para serem eliminados.

Hemoptise: Expulsão sanguínea ou sanguinolenta através da tosse, proveniente de hemorragia na árvore respiratória.

Holter 24 horas: Aparelho que grava o eletrocardiograma continuamente por 24 horas em busca de arritmias. No procedimento, é feita uma avaliação da frequencia do ritmo cardíaco e o balanço autonômico do coração.

I

Insuficiência cardíaca: Diminuição da capacidade do coração de cumprir a sua função de bombear efetivamente o sangue.

Isquemia: Fluxo arterial insuficiente para manter as funções normais teciduais.

J

Sem referências no momento.

K

Sem referências no momento.

L

LDL: Também chamado de mau colesterol, é o responsável por transportar o colesterol do fígado até as células de outros tecidos.

M

Monitor de eventos eletrocardiográficos (loop event recorder): Sistema de monitorização prolongada do eletrocardiograma, por meses ou semanas. Recomendado para diagnóstico de palpitações e síncopes (perdas de consciência).

Monitorização ambulatorial da pressão arterial: Conhecido como MAPA, consiste em um aparelho parecido com o Holter, mas em vez de eletrocardiograma, ele mede a pressão arterial por 24 horas.

N

Noradrenalina: Influencia no humor, ansiedade, sono e alimentação, além de fazer com que o coração trabalhe mais vigorosamente.

O

Ortopnéia: Dificuldade respiratória que ocorre quando a pessoa está deitada, fazendo com que tenha que dormir elevada na cama ou sentada em uma cadeira.

P

Palpitação: Quando as batidas do coração se tornam mais fortes e sensíveis.

Pericárdio: Inflamação da membrana (bolsa) que envolve o coração, limitando seus movimentos.

Pressão arterial diastólica: Conhecida como a pressão arterial mínima, correspondente ao momento em que o ventrículo esquerdo volta a encher-se para retomar todo o processo da circulação. Este valor é geralmente de 80 mmHg.

Pressão arterial sistólica: É a pressão arterial máxima. Correspondente ao valor medido no momento em que o ventrículo esquerdo bombeia uma quantidade de sangue para a aorta. Pode variar entre 120 a 140 mmHg.

Q

Quelação: tratamento usado por alguns médicos ortomoleculares para combater a doença cardíaca arteriosclerótica, mas considerado ineficiente e condenada pelo Conselho Federal de Medicina no Brasil.

R

Raio X do tórax: Indica o tamanho do coração e dos vasos do tórax, principalmente a aorta. Divulga informações da situação geral do pulmão.

Regurgitação mitral: É uma doença da valvular do coração, também conhecida como insuficiência mitral. Consiste no escoamento anormal do sangue pela válvula mitral.

S

Síncope: É a perda momentânea da consciência, acompanhada da suspensão real ou aparente da circulação e da respiração; delíquio, desmaio.

Sopro no coração: Som assobiante, sibilante ou áspero ouvido durante a pulsação. É causado pelo fluxo turbulento de sangue movendo-se pelas válvulas cardíacas ou próximas ao coração.

T

Teste de inclinação ortostática (tilt table test): Acompanhamento e registro constante da pressão arterial e de eletrocardiograma do paciente, com o intuito de detectar disfunções do sistema nervoso autônomo.

Teste ergométrico: Teste de esforço físico que pode ser realizado em esteira ou bicicleta. Permite monitorar o esforço físico máximo do paciente, onde é possível medir a pressão arterial e ler o eletrocardiograma.

Tomografia e ressonância do coração: Avalia as coronárias através de contraste com iodo e raios X (tomografia) ou forma do coração e função (tomografia e ressonância).

U

Ultrassom: Detecta e quantifica os entupimentos causados por placas de gordura ou por coágulos nas artérias coronárias.

V

Valvárias: Enfermidades que comprometem as válvulas cardíacas, responsáveis pela regulamentação do fluxo sanguíneo nas câmaras do coração.

Veia: Vaso sanguíneo que leva ao coração o sangue distribuído pelas artérias em todas as partes do corpo.

W

Sem referências no momento.

X

Sem referências no momento.

Y

Sem referências no momento.

Z

Sem referências no momento.