Logo Instituto Lado a Lado

Campanhas criadas pelo Instituto Lado a Lado pela Vida:

Logo Ser Homem
Logo Novembro Azul CAMPANHA DO INSTITUTO
LADO A LADO PELA VIDA

Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
imprensa contato

Câncer de Estômago - Fatores de risco

Destaque - Legenda estatisticas

Ainda não se sabe quais são as causas do câncer de estômago, mas alguns fatores podem ser identificados:

Alimentação: alimentos mal armazenados e com pouca refrigeração, como salgados, defumados e embutidos, podem contribuir para o desenvolvimento desse tipo de câncer.

Anemia perniciosa: algumas células do revestimento do estômago normalmente produzem uma substância (fator intrínseco) que absorve a vitamina B12 dos alimentos. Essas pessoas desenvolvem a anemia perniciosa e têm mais chances de desenvolver o câncer de estômago.

Atividade profissional: pessoas que trabalham nas indústrias de carvão, metal e borracha são mais propensas a desenvolver esse tipo de câncer.

Histórico familiar: considera-se o câncer gástrico familiar quando o tumor for do tipo indiferenciado (mucocelular ou células em anel de sinete) e houver pelo menos dois casos do mesmo tipo de câncer em consanguíneos diretos, sendo um deles jovem, com menos de 40 anos de idade.

Idade: a doença acomete com mais frequência pessoas acima dos 50 anos de idade.

Infecção por bactéria: O Helicobacter pylori (H. pylori) é uma bactéria que é capaz de causar alterações pré-malignas na mucosa do estômago, que podem aumentar o risco de câncer.

Gênero: é mais comum em homens do que mulheres.

Mutações genéticas: as pessoas com mutações nos genes BRCA1 ou BRCA2, do câncer de mama hereditário, também podem ter um risco aumentado para câncer de estômago.

Pólipos: no estômago são raros, mas o tipo adenomatoso é o mais perigoso.

Raça: os asiáticos correm mais riscos de desenvolver o câncer de estômago. Acredita-se que devido a hábitos alimentares.

Sangue tipo A: Por razões desconhecidas, as pessoas com sangue tipo A têm um risco aumentado de desenvolver esse tipo de câncer.

Síndromes hereditárias: câncer gástrico hereditário difuso, câncer colorretal não poliposo hereditário, polipose adenomatosa familiar, síndrome de Li-Fraumeni e síndrome de Peutz-Jeghers, podem aumentar o risco do câncer de estômago.

Tabagismo: o risco de câncer de estômago é duas ou mais vezes maior nos fumantes do que nos não-fumantes,

• • •

Ainda não se sabe quais são as causas do câncer de estômago, mas alguns fatores podem ser identificados

 
ver todas