Novembro Azul | Ser Homem - Novembro Azul
Logo Instituto Lado a Lado

Campanhas criadas pelo Instituto Lado a Lado pela Vida:

Logo Ser Homem
Logo Novembro Azul CAMPANHA DO INSTITUTO
LADO A LADO PELA VIDA

Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
  • Parceiro Institucional
imprensa

Linha do Tempo - 2008

Foliã com material da campanha Novembro Azul durante Arraiá do Galinho, em Salvador (BA)

Lançamento da campanha Um Toque, Um Drible

A campanha nacional de saúde do homem criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida iniciou suas atividades em grande estilo

O Instituto Lado a Lado pela Vida, sempre com a preocupação de abordar questões relacionadas à saúde do homem, foi pioneiro ao lançar em 2008 no Brasil a campanha “Um Toque, Um Drible”. O movimento contou com diversas ações que ajudaram a disseminar a informação sobre a conscientização dos homens irem ao médico com frequência e, com isso, obter o diagnóstico precoce das doenças e, principalmente, do câncer de próstata, o que pode salvar vidas.

O título da campanha tem um conceito interessante: "Toque", que remete o homem ao duplo sentido entre o exame de toque e "dar um toque". "Drible" está associado ao resultado que se tem quando existe a prevenção e diagnóstico precoce deste tipo de câncer: driblar a doença.

A campanha teve como público-alvo não apenas os homens, mas também pessoas que participam ativamente na vida desse público, como a família, parceiras, amigos, ambiente de trabalho e lazer.

Ações realizadas

novembroazul2008

Arraiá do Galinho

Tradicional festa na cidade de Salvador, Bahia. O evento reúne anualmente centenas de pessoas que participam do desfile das quadrilhas durante o mês das festas juninas.

Na ocasião, a campanha levou aos participantes do evento 10 mil folhetos informativos sobre a prevenção do câncer de próstata e placas para que o público fizesse fotos e compartilhasse nas redes sociais. A hashtag #Seu preconceito não me representa fez sucesso e uniu informação com diversão.

#Seupreconceitonãomerepresenta

A hashtag também fez sucesso em outros locais de grande circulação de público, como a Avenida Paulista e Praça da Sé, em São Paulo. Durante a ação, quem passava pelo local recebeu os materiais informativos da campanha e também demonstraram seu apoio à causa, tirando fotos com placas que tinham os dizeres da hashtag #Seu preconceito não me representa.

• • •

Movimento teve diversas ações que ajudaram a disseminar a informação sobre a conscientização dos homens irem ao médico

 

ABC da Próstata